terça-feira, 31 de janeiro de 2012

CACHOEIRA GRANDE


Esta é a Cachoeira Grande, em Lagoinha (SP). Super agradável.

A foto foi tirada em Janeiro, no período de chuvas, portanto, a vazão na cachoeira é maior.

No local existe um restaurante, onde é possível passar o dia com a família. É um lugar simples, mas muito legal para se passar o dia.

Mais fotos do local e dicas para saber como chegar lá, podem ser obtidas neste link http://motoamizade.blogspot.com/2011/03/cachoeira-grande.html

Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

MOMENTOS DE PAZ


Ter foco e concentração nas nossas atividades do dia-a-dia é fundamental para alcançarmos com sucesso os nossos objetivos.

Hora de trabalhar, é hora para se trabalhar. Hora de estudar, é hora para se estudar.

Assim também deve ser, na nossa hora de descansar.

Minha vida é muito agitada, com muito trabalho e muito estudo.

No meu horário de descanso, o mundo parece não existir para mim.

Nos momentos em que sinto que preciso descansar, busco lugares onde possa ficar realmente sossegado, sem ser incomodado por nada. Esta foto é de um momento assim.

Posso passar horas observando a natureza, lendo um bom livro e dependendo da circunstância e da companhia, tendo uma boa "prosa".

Nas horas de descanso, o "som do silêncio" ou o som da natureza são essenciais.

Embora eu tenha meus momentos de lazer agitados, no meio de muita gente e muito barulho, minha preferência é por ambientes onde reinam a paz e o sossego.

Esta foto foi tirada nas margens da represa do Jaguari, em um trecho entre São José dos Campos (SP) e Jacareí (SP).

Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

domingo, 15 de janeiro de 2012

ÁGUAS PASSADAS NÃO MOVEM MOINHO


"Você nunca encontrará a pessoa certa, se não deixar a pessoa errada ir embora."

Foto tirada na Cachoeira Pedro David, no distrito de São Francisco Xavier, São José dos Campos (SP).

Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

sábado, 14 de janeiro de 2012

QUESTÃO DE CONFIANÇA


Imagine o seguinte: a pessoa sai de casa para fazer algo, e tranca a porta com um cadeado...

O que existe de anormal nisto? Absolutamente nada!

O que me chamou a atenção neste caso, foi o fato de deixarem as chaves do cadeado penduradas do lado de fora da janela.

Observe no canto inferior direito da janela. As chaves estão penduradas lá!

Isto é uma brincadeira? Não, não é. Foi por isso que fotografei.

Isso é que eu chamo de "ter confiança".

Esta foto foi tirada em uma de minhas caminhadas pelas vielas estreitas da Vila de Oia, na Ilha de Santorini, Grécia.

Um outro dia colocarei mais fotos e contarei mais histórias desta viagem.

Clique na foto para ampliá-la.

Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

PEQUENOS GIGANTES




Esta foto eu tirei durante um mergulho noturno na Ilha Anchieta, em Ubatuba (SP).

A história desta foto é a seguinte: o peixe, um Sargo, tentou "jantar" um filhote de polvo, mas conseguiu abocanhar somente um de seus tentáculos. O polvo por sua vez grudou no olho esquerdo do Sargo, e não saía de lá de jeito nenhum, deixando o Sargo desesperado, nadando rapidamente de um lado para outro.

Quando voltei para o barco, antes de sair da água, apontei a lanterna para baixo e o Sargo ainda estava nadando de um lado para o outro com o polvo grudado em sua cabeça. Quem será que venceu?

Esta é uma foto bastante rara, devido à situação que mostra. Ela não está muito boa, e na verdade, tive muita sorte em conseguir registrar isto, pois o Sargo não parava de "correr" de um lado para o outro.

Olhando para a imagem, penso naqueles "gigantes", que acreditam que podem sobrepujar os "pequenos".

Usam de maneira covarde o poder que têm, e colocam o seu triunfo no prazer de dominar os outros. Sua satisfação doentia está em humilhar e reinar sobre os outros seres humanos.

Às vezes, mesmo o "gigante" pode ser surpreendido, e ver sua situação que a princípio parecia vantajosa, se tornar algo bastante complicado. A armadilha preparada para o outro, acaba se tornando uma armadilha para si mesmo.

É nessas horas em que um golpe de sorte faz com que os "pequenos" se tornem "gigantes", permitindo que cada um, seja colocado realmente em seu devido lugar.

Clique na foto para ampliá-la.

Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

domingo, 8 de janeiro de 2012

LAVANDO A ALMA


Foto tirada hoje, na Cachoeira do Putim, na divisa entre Santa Branca (SP) e Guararema (SP).

Fiz também um vídeo, onde dá para se ter uma idéia melhor de toda a cachoeira, desde seu início. Este vídeo pode ser visto neste link http://www.youtube.com/watch?v=hpbkIEXkNBw

Para saber como chegar lá, dê uma olhada na minha postagem em meu outro blog, MOTO E AMIZADE, onde falo sobre meus passeios de moto http://motoamizade.blogspot.com/2012/01/cachoeira-do-putim.html

( Foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

FOGO NO CÉU


Estava limpando o cartão de memória de minha máquina fotográfica agora a noite, pois estava programando algo para este fim de semana, quando percebi uma seqüência de fotos da qual eu não me lembrava. Não me lembrava mesmo! Elas nunca foram retiradas da câmera.

Esta foto faz parte desta seqüência, e foi tirada há poucos meses atrás, em Caçapava, Estado de São Paulo, no estacionamento da empresa onde eu trabalho até hoje.

Na ocasião, eu estava bastante "saturado" com certas coisas, e estava entrando rapidamente no carro, pois não via a hora de sair dali.

Foi quando observei o sol...

Interrompi minha entrada no carro, fiquei em pé observando aquela cena e me dei conta de como o Criador do Universo nos dá diariamente belos "presentes" através do "show" da natureza ao nosso redor, e nós, tragados no redemoinho de nossas preocupações, nem percebemos.

Como levo comigo algum tipo de máquina fotográfica, quase que 24 horas por dia, aproveitei a oportunidade e fotografei o momento.

Gosto destas ocasiões, quando me conecto com a natureza e me desconecto das preocupações ou aborrecimentos, pois o relaxamento, mesmo que por poucos instantes, ajuda a recuperar a calma e o bom estado de espírito.

Clique na foto para ampliá-la.

( Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

VIAGENS


Uma das pessoas que me ensinou a meditar, pedia para eu me imaginar em um lugar que eu gostasse: no campo, na praia, no alto uma montanha, em uma floresta, em uma cachoeira, em um riacho, etc. Pedia ainda para eu imaginar os sons do local, como por exemplo o som do vento nas folhas das árvores, os animais, barulho da água e também para imaginar os odores do local. Eu imaginava locais que eu já conhecia, pois obviamente era muito mais fácil.

E a minha meditação seguia em frente, com toda aquela cena criada em minha mente.

Um bom tempo depois, resolvi testar a meditação, no próprio local, ao vivo e em cores. Como conheço lugares bem isolados, e que correspondem bastante ao que me pediam para imaginar, fiz esta experiência, e achei muito legal.

Todo o ambiente “conspira” para que você alcance uma paz de espírito indescritível: os raios de sol “cortados” pela folhagem das árvores, o som da água passando, o canto dos pássaros... Se você observar atentamente a natureza ao seu redor, talvez tire boas lições de vida.

Se estou no alto de uma montanha, onde nada limita a minha vista, sempre me vem à mente o pensamento de como este mundo é realmente grande, e como nós, muitas vezes, perdemos nosso tempo com coisas ou pessoas tão mesquinhas, restringindo nossa vida a um “mundo” tão pequeno.

Quando estou na praia, vendo as ondas desaparecendo na beira da areia, lembro-me das palavras de Henry Durville, que dizia: "elas nos ensinam sobre o esforço que se enfraquece, que desaparece, quando não está em harmonia com a vontade que guia todas as forças".

Nestes instantes, tenho a impressão de sair do tempo e mergulhar no infinito. Não vejo o tempo passar. E ali, muitas situações se esclarecem em minha mente, muitas soluções são encontradas, excelentes idéias surgem “do além”, metas são traçadas, energia e disposição para alcançá-las são adquiridas.

Se você está pensando em fazer uma revolução na sua vida, quem sabe fazer seu planejamento de Ano Novo, seria bom cogitar em ter uma "experiência" destas.

E tem gente que ainda fala para mim: “não entendo que graça você vê em viajar quase todos os finais de semana”. Eu respondo que não é pela “graça” e sim pela “viagem”.

Na verdade, sou eu quem não entende, como é que os outros não entendem.

Enfim, cada um na sua!

Depois desta “viagem” toda neste texto, esta foto foi tirada em um dos meus “retiros espirituais” preferidos. Por estar longe da estrada e pelo acesso ser difícil, praticamente ninguém aparece por lá. Só é possível chegar de barco, ou andando um bom tempo a pé pelo meio da mata. Se você quer passar horas em paz, este é o lugar!

Onde fica? Bom... Peço que me desculpe, mas agora estou com pressa. Talvez um outro dia eu conte...

Clique na foto para ampliá-la. 

( Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho )

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo:

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

PAISAGEM DA JANELA


Foto tirada em Paraty, Estado do Rio de Janeiro, Brasil.

Foi uma segunda-feira, em um dia ensolarado, no fim do mês de Dezembro. Eu havia tirado o dia de folga do trabalho. Como eu já havia ficado o final de semana em Ubatuba (SP), resolvi ir para Paraty na segunda-feira.

Eu estava em um restaurante aguardando o almoço chegar, olhando pela janela os belos casarões antigos. Naquele instante me passou pela cabeça a idéia de pessoas que ficam presas em seus "mundos interiores", com "portas" e "janelas" fechadas para o que se passa no mundo, e principalmente ao redor delas mesmas. Quantas oportunidades elas perdem! Bastaria "abrir a janela"...

Peguei a câmera e fotografei.

Gosto muito de Paraty; andar por aquelas ruas antigas, parar para comer alguma coisa naqueles bares e restaurantes instalados nos casarões antigos, passar pelas igrejas antigas... Embora eu vá com uma certa freqüência para Paraty, eu sempre acabo encontrando ou percebendo algo de novo que não havia visto antes.

A atmosfera, a energia da cidade é diferente. Não sei o que é que me atrai para este lugar, mas sei que gosto muito.

Na ocasião, filmei alguns pontos do centro histórico. O filme pode ser visto neste link http://www.youtube.com/watch?v=Y-4OXr4Phxc

Texto e foto : Wilson Luiz Negrini de Carvalho

Para você que gosta de fotografia e quer aprender truques essenciais para tirar uma boa foto, recomendo o livro abaixo: